RE Saneamento: Lucro de empresas do saneamento aumentam no terceiro trimestre

Senhor Presidente, Segue para conhecimento e análise o “Relatório Executivo do Saneamento” desta semana (21/11), produzido pela GO ASSOCIADOS, como parte integrante do contrato existente. O Relatório será enviado semanalmente.

 

Prezado (a) presidente,
 

Algumas das maiores companhias de saneamento básico, incluindo as estaduais com ação em bolsa, Sabesp, Sanepar e Copasa, bem como as privadas Aegea e Iguá, publicaram os resultados do terceiro trimestre de 2017. O setor como um todo apresentou crescimento nos lucros e no Ebitda. A margem Ebitda das companhias pode ser dividida em três grupos, com Sanepar, Copasa e Iguá entre 30% e 40%, Sabesp ultrapassando a casa dos 40% e Aegea com margem superior a 50%.
 
A companhia estadual Sabesp publicou no último dia 14/11/2017 o resultado do 3º trimestre de 2017, com uma receita de R$ 3,5 bilhões. Apesar da redução de 5,58% na receita, os custos e despesas no período recuaram quase o dobro, 10,56%. Com isso, a geração de caixa da Sabesp, medida pelo Ebitda, foi de R$ 1,45 bilhões, um aumento de 8,90% em relação ao terceiro trimestre de 2016. A margem Ebitda também aumentou, em 5,5 pontos percentuais, atingindo 41,20%. Com isso, o lucro líquido da companhia aumentou 56,79%, chegando a R$ 900 milhões.
 
A operadora privada Iguá Saneamento publicou em 14/11/2017 os resultados do primeiro trimestre de 2017. A companhia apresentou lucro líquido de R$ 31 milhões, frente ao prejuízo de R$ 5 milhões no terceiro trimestre de 2016, antes da reestruturação acionária e ainda como CAB Ambiental.
 
No último dia 20/11/2017, Alexandre Baldy foi anunciado para o Ministério das Cidades, pasta da qual faz parte a Secretaria Nacional de Saneamento Ambiental. Alexandre Baldy substituirá Bruno Araújo, que ocupava o cargo desde o início do governo Temer, em 12/05/2017.
 
O Açude do Castanhão, que abastece a Região Metropolitana de Fortaleza (CE), atingiu no dia 13/11/2017 o volume morto, ou seja, o nível do reservatório está abaixo do nível de captação em situação de normalidade. No estado de São Paulo, o governador Geraldo Alckimin participou dos testes iniciais do novo sistema produtor São Lourenço, que tem como objetivo abastecer a Região Metropolitana de São Paulo e aumentar a segurança hídrica da região.
 
Um abraço,

Gesner

 

Anexos

 

AESBE - Associação Brasileira das Empresas Estaduais de Saneamento

SCS - Quadra 01 - Bloco H - Edifício Morro Vermelho - 16º andar - CEP: 70399-900 - Brasília-DF - Tel/Fax.: 55 61 3022-9600

Fazer login com suas credenciais

ou    

Esqueceu sua senha?

Create Account