Política de Gerenciamento de Riscos da Sanepar é aprovada no CAD

O Conselho Administrativo (CAD) da Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar) aprovou na 11ª reunião ordinária da última terça-feira (07) a Política de Gerenciamento de Riscos Estratégicos da Companhia. A nova política corporativa fortalece as práticas de Governança implementadas na empresa desde 2016. “A Sanepar alcançou um novo patamar em Governança Corporativa, em razão das boas práticas que avançaram internamente na Cia ao longo do ultimo ano. A aprovação da Política de Gerenciamento de Riscos da Sanepar é parte dessa evolução da Companhia”, disse a gerente da Assessoria de Governança Corporativa, Priscila Marchini Brunetta.

Para chegar até a aprovação da política de gerenciamento de riscos, a Sanepar contou com a consultoria da KPMG, empresa responsável pela implantação do projeto. A área responsável pela supervisão do trabalho é a Gerência de Controle Interno da Sanepar. Foram entrevistados conselheiros, diretores, gerentes e membros dos comitês técnico e auditoria estatutário, para identificar os riscos que possam impactar no alcance dos 12 objetivos estratégicos da empresa. A matriz de riscos priorizados aprovada em Conselho foi: a redução da receita, a não renovação e perda de contratos de programa, o não cumprimento das leis e responsabilidades ambientais, a não execução do plano de investimentos, falhas no posicionamento perante a sociedade do propósito da Sanepar e o risco de desequilíbrio econômico/ financeiro frente aos contratos de programa (2). Além das matriz de riscos prioritários outros dois assuntos relacionados a gestão de risco da Sanepar foram aprovados no CAD: o apetite de risco da empresa, que define o quanto a Sanepar está disposta a perder no caso de um ou mais riscos da matriz se consumarem e a política propriamente dita.

Na Sanepar, várias unidades já desenvolvem ações de monitoramento de riscos, porém o objetivo é que o gerenciamento ocorra de maneira integrada e corporativa. “O projeto de gerenciamento de riscos corporativos prevê, em nível estratégico, a incorporação, assimilação, customização e potencialização de propostas de enfrentamento de riscos já em vigor, com foco no atingimento dos objetivos estratégicos,” diz o gerente de Controle Interno e Auditoria (GCIA), Rafael Stec de Toledo.

A Sanepar aderiu, em 2016, ao Nível II de Governança na B3, um segmento de listagem que possui regras de governança mais rígidas. “A Sanepar tem sido destaque no cenário nacional por causa de sua gestão de excelência. É acompanhar a evolução da Companhia de Saneamento que figura entre as melhores do país”, afirmou Mounir Chaowiche, presidente da Sanepar.

 

 

AESBE - Associação Brasileira das Empresas Estaduais de Saneamento

SCS - Quadra 01 - Bloco H - Edifício Morro Vermelho - 16º andar - CEP: 70399-900 - Brasília-DF - Tel/Fax.: 55 61 3022-9600

Fazer login com suas credenciais

ou    

Esqueceu sua senha?

Create Account