Forquilhinha (SC): mais uma cidade catarinense ganha sistema de esgotamento sanitário

A obra recebeu 37,5 quilômetros de rede de coleta, 6 quilômetros de emissários terrestres, cinco Estações Elevatórias (de bombeamento) e a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE).

Com um investimento total de R$ 27,3 milhões, viabilizado junto à Caixa Federal e contrapartida da Companhia Catarinense de Águas e Saneamento (CASAN), a obra recebeu 37,5 quilômetros de rede de coleta, 6 quilômetros de emissários terrestres, cinco Estações Elevatórias (de bombeamento) e a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE), construída no modelo compacta, com capacidade de depuração de 35 litros por segundo.

O Sistema de Esgotamento beneficia mais de 7 mil moradores de seis bairros de Forquilhinha (Centro, Vila Lourdes, Santa Clara, Santa Ana, Santa Isabel e Clarissas), deixando o município com 35% de cobertura de esgoto.

SUBIDA NO RANKING

Com a conclusão de obras de esgoto em mais seis cidades apenas no primeiro semestre de 2018, Santa Catarina chega a 28,98% de cobertura de esgoto, ocupando assim o equivalente à 13ª posição no ranking nacional de cobertura, avançando mais cinco posições neste indicador de saúde e qualidade de vida (os dados oficiais de esgoto, porém, só costumam ser anunciados dois anos depois).

Além de Forquilhinha, os Sistemas de Esgotamento Sanitário de Canoinhas, Ituporanga, Turvo, Otacílio Costa e Içara estão entrando em operação. “É ainda um cenário indesejado, mas com visíveis avanços em curto período”, diz o presidente da Companhia, Adriano Zanotto. “É um conjunto histórico de obras, levando mais saúde e qualidade de vida aos catarinenses”.

 

AESBE - Associação Brasileira das Empresas Estaduais de Saneamento

SCS - Quadra 01 - Bloco H - Edifício Morro Vermelho - 16º andar - CEP: 70399-900 - Brasília-DF - Tel/Fax.: 55 61 3022-9600

Fazer login com suas credenciais

ou    

Esqueceu sua senha?

Create Account