AESBE Associação das Empresas de Saneamento Básico Estaduais


COPASA MG divulga resultados do 2º trimestre de 2017

Publicado em: 31/07/2017

A Companhia de Saneamento de Minas Gerais (COPASA MG) (B3: CSMG3) fechou o segundo trimestre de 2017 (2T17) com variação positiva de 7,7% do lucro líquido obtido, ficando em R$ 110,9 milhões, contra R$ 102,9 milhões observados no segundo trimestre de 2016 (2T16). O EBITDA, que mede a geração de caixa operacional da Companhia, alcançou R$ 342,4 milhões no 2T17, representando um crescimento de 5,0% em relação ao 2T16.
 
A receita líquida de água e esgoto de abril a junho de 2017 atingiu R$ 933,6 milhões, com crescimento de 4,7% em relação ao mesmo período do ano anterior. Ainda que registrado o aumento, a receita foi afetada negativamente pela queda no volume faturado por economia e pela postergação, pela Agência Reguladora de Serviços de Abastecimento de Água e de Esgotamento Sanitário do Estado de Minas Gerais - ARSAE-MG, de 13 de maio para 30 de julho, da vigência dos novos valores de tarifas resultantes da Revisão Tarifária.
 
Os custos e despesas aumentaram em 6,6%, passando de R$ 694,0 milhões no 2T16 para R$ 739,7 milhões no 2T17. A dívida líquida da COPASA MG apresentou redução novamente, passando de R$ 3,52 bilhões em junho de 2016 para R$ 3,37 bilhões em junho de 2017. Esse montante da dívida líquida é o menor registrado desde o 3T13, resultado do rigor imprimido à gestão de caixa e da busca do equilíbrio econômico-financeiro da Companhia.
 
Em 21 de julho de 2017, a Agência Fitch Ratings atribuiu o Rating Inicial de Longo Prazo em escala nacional "AA(bra)", com perspectiva estável, para a COPASA MG. Em sua avaliação, a Agência considerou que o Rating da Companhia se apoia no baixo risco de negócios do setor de saneamento básico brasileiro, tendo a empresa uma posição quase monopolista na prestação de serviços de fornecimento de água tratada e de coleta e tratamento de esgoto em sua área de concessão, que compreende parte do Estado de Minas Gerais. Com isso, a análise incorpora a resiliência e a previsibilidade da demanda da Companhia, associada a uma expectativa de manutenção de robusta geração operacional de caixa, adequado perfil de liquidez e reduzida alavancagem financeira em cenários hídricos regulares.
 
Em 25 de julho de 2017, a Agência de Rating Moody’s publicou relatório mantendo o rating de longo prazo atribuído à COPASA MG, B1 em escala global e Baa1.br em escala nacional, em decorrência de sua metodologia que limita o rating da Companhia ao do acionista controlador, Estado de Minas Gerais (B1), mesmo a Agência considerando as métricas de crédito da Companhia como robustas, seu potencial de expansão da área de concessão, seu moderado nível de alavancagem e seu fluxo de caixa estável e previsível.
 
Revisão tarifária
 
No dia 30 de junho de 2017, a ARSAE-MG publicou a Resolução nº 96/2017, que autoriza a Companhia a aplicar o índice médio de reposicionamento tarifário efetivo de 8,69%, resultante do realinhamento decorrente da revisão da estrutura tarifária, que servirá de referência para os reajustes futuros, e das compensações relativas ao exercício anterior, que não serão consideradas nos reajustes subsequentes.
 
Na mesma data, além da Nota Técnica CRFEF nº 69/2017, que apresentou o resultado final da primeira revisão tarifária periódica da COPASA MG, a Agência publicou outras nove notas técnicas, que compõem o conjunto de temas avaliados ao longo dessa fase da Revisão Tarifária.
 
A implementação das providências determinadas pela ARSAE-MG está em fase de análise pelas equipes internas da Companhia, com vistas a se estruturarem soluções adequadas para as novas obrigações estabelecidas, que vão depender inclusive de entendimentos com o corpo técnico da ARSAE-MG.
 
Investimentos em saneamento
 
Contribuindo com a universalização do saneamento, a COPASA MG investiu, R$ 204 milhões no 1º semestre de 2017, de um total de R$ 650 milhões previstos para o ano. Tais recursos foram alocados em obras de implantação de novos sistemas de água e esgoto e para a ampliação, manutenção e modernização dos sistemas existentes. Os investimentos da subsidiária COPASA Serviços de Saneamento Integrado do Norte e Nordeste de Minas Gerais (COPANOR) totalizaram R$ 10 milhões no mesmo período.
 
A  COPASA MG e a COPANOR conjuntamente atingiram, em junho de 2017, mais de 5,1 milhões de economias (unidades consumidoras) de água, o que representa um aumento de 1,8% em relação a junho de 2016. O crescimento no número de economias de esgoto foi de 3,0% nos últimos 12 meses, chegando a 3,4 milhões ao final deste semestre.
 

Fonte: Assessoria de Imprensa da Copasa

Comentários

Comentar

 

Esqueci a senha

 
 

Empresas Associadas

SCS - Quadra 01 - Bloco H - Edifício Morro Vermelho - 16º andar - CEP: 70399-900 - Brasília-DF - Tel/Fax.: 55 61 3022-9600