Confúcio orienta secretários sobre utilização de recursos para obras importantes no Estado

O governador Confúcio Moura orientou secretários diretores e superintendentes de órgãos estaduais a utilizarem os recursos disponibilizados nos fundos específicos e que são destinados a obras importantes do estado. A recomendação foi feita, nesta terça-feira (25), durante reunião no Auditório Jerônimo Santana no edifício Rio Pacaás Novos.

Confúcio propôs que a equipe de secretários tome o exemplo do automobilista Ayrton Senna, que imprimia maior velocidade no final das provas e superava no rendimento quando chovia.

As obras do sistema de esgotamento sanitário foi outro tema abordado pelo governador. Ele disse que a capital tinha apenas 2% da rede pronta e entregará com 30% instalados. Confúcio também revelou que pretende pedir apoio do governo federal para elevar o percentual para 60% dos serviços. “A água tratada chegará a 100% na capital ainda em 2017”, anunciou.

A presidente da Companhia de Água e Esgotos do Estado, Iacira Azamor, fez uma explanação sobre as obras das redes de tratamento de água e de esgotos e ressaltou que são feitas sob fiscalização rigorosa de uma equipe técnica.

Segundo Iacira, a rede de água foi licitada, mas ficou paralisada por um ano e meio em razão de decisão do Tribunal de Contas da União, que acabou liberando para execução. Parte das obras enfrentou problemas burocráticos por contas de exigências variadas que precisaram ser atendidas, mas estará 100% pronta ainda no decorrer deste ano, segundo ela.

Com relação ao sistema de esgotamento sanitário, também está paralisado por problemas apontados pelo Tribunal de Contas da União (TCU), mas será realizado parcialmente com dinheiro de empréstimo contraído pelo próprio estado.

DESBUROCRATIZAÇÃO

A implantação do Sistema Integrado de Comunicação (SEI) foi outro tema tratado durante a reunião. A superintendente estadual de Assuntos Estratégicos, Rosana Souza, afirmou que o mecanismo começou a funcionar por etapas e será responsável pela celeridade e eficiência da tramitação de processos no âmbito governamental, além de produzir economia por não utilizar papel.

Segundo Rosana, técnicos de governos de vários estados já consultam a Seae para saber detalhes do sistema, que é inovador e pouco utilizado no país. “Este será o grande legado para os próximos governos, porque propicia melhor atendimento às pessoas”, concluiu.

O compromisso com a utilização eficiente dos recursos disponíveis nos fundos foi defendido pelo secretário do Planejamento, Orçamento e Gestão, George Braga.

A reunião foi encerrada pelo secretário chefe da Casa Civil Emerson Castro, que chamou a atenção dos colegas para  as obras realizadas pelos órgãos estaduais, apesar da crise que faz com que a maioria dos estados tenha problemas no caixa.

Castro afirmou que é preciso superar a burocracia e manter o compromisso em tornar Rondônia um estado ainda mais forte. “Este é um governo que cumpre metas em plena crise”, concluiu.

Fonte: Assessoria de Comunicação da Caerd

 

AESBE - Associação Brasileira das Empresas Estaduais de Saneamento

SCS - Quadra 01 - Bloco H - Edifício Morro Vermelho - 16º andar - CEP: 70399-900 - Brasília-DF - Tel/Fax.: 55 61 3022-9600

Fazer login com suas credenciais

ou    

Esqueceu sua senha?

Create Account