Cesan encerra comemorações pelo Dia da Água junto à comunidade de Maruípe

 “Água é Vida!” Com esta frase se encerraram as comemorações da Companhia Espírito Santense de Saneamento (Cesan) pelo Dia Mundial da Água (22/03), com um evento na Praça São José, em Maruípe, Vitória, na tarde deste sábado (25). Na ocasião ocorreu a assinatura de contrato de patrocínio da Cesan com a Paróquia São José para a realização do projeto “Casa Comum, Nossa Responsabilidade”, uma iniciativa da Igreja Católica Apostólica Romana (ICAR) e da Igreja Presbiteriana de Maruípe (IPU), que juntamente com a Companhia irão realizar ações para estimular o uso racional da água.
Por meio da mobilização da comunidade, o projeto vai promover ações de correção dos problemas ambientais gerados pela disposição clandestina de lixo e do esgoto doméstico, além do descarte indevido do óleo nas redes de esgoto. Segundo os organizadores, o que se pretende é melhorar a qualidade do meio ambiente na área a ser trabalhada.
A programação deste dia teve início com moradores convidados a uma visita à Estação de Tratamento de Esgoto Mulembá, que trata o esgoto gerado na ilha de Vitória.”O envolvimento de crianças e jovens da comunidade é importante para que desde cedo se eduquem sobre a questão do saneamento básico”, disse Giuliano Battisti, engenheiro ambiental, morador de Maruípe, que esteve presente com os filhos à palestra na ETE e também à Praça São José. Ele ressaltou ainda ser muito bacana a ação de conscientização para esclarecer sobre a coleta e o tratamento do esgoto e a qualidade da água que bebemos.
A unidade móvel de educação ambiental da Cesan esteve no bairro para que a população pudesse conhecer a atuação da Companhia. A unidade possui, por meio de maquetes, vídeos e sistemas interativos que facilitam o entendimento sobre o tratamento da água e do esgoto. Foram realizadas ainda atividades lúdicas para as crianças, como pintura de rosto, escultura de balões, entre outras.
Sandra Sily, diretora Operacional da Cesan, Luiz Cláudio Rodrigues, Gerente Operacional Norte da empresa e Jonas Renato Cabral, gestor da Divisão de Relações com a Comunidade, estiveram presentes na Praça São José, que contou com a apresentação do Coral das Águas da Cesan e de moradores.
Sandra, em sua fala, disse que iniciativas como a da Paróquia São José são essenciais para que se propaguem informações sobre uso racional da águia e utilização correta da rede de esgoto. “Só assim teremos córregos, rios e praias mais limpos”. A diretora ressaltou a importância das visitas da comunidade às ETES e ETAS (Estações de Tratamento de Água) e que, nestas últimas, pode-se perceber a degradação dos rios, que oferecem um produto difícil de tratar. E finalizou pontuando o valor da água, e que a conscientização sobre não jogar gordura na rede de esgoto, como faz o Instituto Projures, que desenvolve trabalho social, educacional e cultural e coleta gordura e a transforma em sabão e desinfetante, demonstra que a sociedade pode e deve fazer a sua parte, assim como cabe à Cesan fazer investimentos.
Outras ações
A Cesan realizou nesta semana ações educativas visando esclarecer e sensibilizar a população sobre a necessidade de preservação das bacias dos Rios Jucu e Santa Maria da Vitória. Durante a semana, foi possível disseminar algumas informações importantes, despertar para o uso consciente dos recursos hídricos e sobre o esgoto tratado. Algumas delas foram palestras em escolas e visita à ETA Vale Esperança.
Segundo Wagner Veras, assistente de saneamento e gestão da Cesan, na quarta (22), Dia Mundial da Água, 95 alunos e 7 professores da escola particular de ensino fundamental Telles Koehler, em Marcilio de Noronha, Viana, receberam informações sobre vazão da captação; crise hídrica; alternativas realizadas pela Cesan como perfuração de poços no interior; campanhas educativas; processos de tratamento; estrutura da ETE e controle da qualidade da água; entre outros.
Neste sábado pela manhã foi a vez de 18 alunos da Faculdade Novo Milênio visitarem a ETA I – Vale Esperança, onde assistiram palestra e conheceram processos de tratamento da água.

Fonte: Assessoria de Comunicação da Cesan

 

AESBE - Associação Brasileira das Empresas Estaduais de Saneamento

SCS - Quadra 01 - Bloco H - Edifício Morro Vermelho - 16º andar - CEP: 70399-900 - Brasília-DF - Tel/Fax.: 55 61 3022-9600

Fazer login com suas credenciais

ou    

Esqueceu sua senha?

Create Account