CAEMA orienta famílias para uso de kits sanitários

O Governo do Maranhão tem tratado com prioridade o trabalho educativo com as famílias que receberão os kits sanitários por meio do Plano Mais IDH. Com o início das obras de instalação dos kits ainda em outubro nas primeiras 18 cidades contempladas pelo programa, a equipe da Coordenadoria Socioambiental da Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão (CAEMA), já se prepara para começar as visitas de acompanhamento nas residências contempladas.

Durante as visitas, além de avaliar de perto as construções, as equipes irão interagir com as famílias, explicar sobre o momento do programa, sanar dúvidas e principalmente direcionar os moradores sobre o bom uso dos banheiros que serão instalados em suas residências. 

A coordenadora socioambiental da CAEMA, Mayra Milani, considera que a promoção de hábitos higiênicos, por meio da disseminação de informações, funciona como um vetor para o controle e prevenção de doenças e, consequentemente, melhoram as condições de vida da população dessas cidades onde o índice de desenvolvimento é baixo. “Entramos agora em uma fase importante de diálogo com as famílias que vão usufruir dos kits sanitários. A intenção também é orientar as pessoas a utilizarem os banheiros da melhor forma, para que haja boas condições de higiene. Pretendemos, juntamente com os agentes de saúde de cada município, influenciar a população a uma mudança de comportamento por meio da disseminação de informações sobre bons hábitos”, afirma Mayra. 

Maura de Sousa Gomes, moradora do município de Fernando Falcão, aguarda com grande expectativa a entrega do seu kit sanitário. “Nunca tivemos um banheiro, todas as nossas necessidades são feitas em uma casinha de palha ou no mato. Por causa disso, as pessoas sempre ficam doentes. Receber esse kit será algo muito bom para mim, meu marido e meus netos, pois não temos condições de construir um. Peço a Deus que esse banheiro chegue logo”, relata Maura, ansiosa pelo benefício.

Sobre o programa

Em setembro, o Governo do Estado deu a largada para a construção de 6 mil kits sanitários em municípios participantes do Plano Mais IDH, que busca elevar a qualidade de vida nas 30 cidades com o menor Índice de Desenvolvimento Humano do estado. São R$ 60 milhões a serem investidos no programa para a construção de kits sanitários, que incluem fossas sépticas, sumidouros, pia, chuveiro, vaso sanitário, caixa d’água e lavanderia.

As famílias que receberão os kits estão sendo escolhidas por meio de processos seletivos realizados pelas prefeituras, obedecendo aos seguintes critérios: estarem cadastradas no CadÚnico; terem crianças com idade entre 0 e 6 anos; residirem nas sedes dos municípios; e não possuírem banheiros com vasos sanitários ou chuveiros. Para garantir que os kits sejam entregues às famílias que mais precisam, a CAEMA está realizando visitas para validar se as famílias pré-selecionadas estão de acordo com os critérios técnicos e sociais exigidos.

Seguindo o cronograma de execução do programa, até dezembro desse ano 1000 kits serão instalados nas 18 cidades incluídas na primeira etapa, que passarão a ter uma estrutura sanitária completa para melhoria da condição de vida.

 

AESBE - Associação Brasileira das Empresas Estaduais de Saneamento

SCS - Quadra 01 - Bloco H - Edifício Morro Vermelho - 16º andar - CEP: 70399-900 - Brasília-DF - Tel/Fax.: 55 61 3022-9600

Fazer login com suas credenciais

ou    

Esqueceu sua senha?

Create Account